A promessa (ainda) não cumprida do CA da FPF: tornar público os relatórios dos árbitros



As injúrias estão a ter castigos mais pesados do que algumas agressões no futebol português. E algumas agressões estão mesmo a passar impunes, o que parece ridículo. As palavras são piores que os actos?

Por exemplo o caso Brahimi que foi castigo em 2 jogos pelas palavras quando estava no banco e ainda pela cabeçada que deu no jogador do Braga. É o cumulativo de 2 actos. Mas e as agressões que o árbitro não vê?

A importância de saber se há omissões graves nos relatórios

Agora o pior é que parece-me surreal só se aplicar castigos sobre faltas que vêm no relatório do árbitro. Já aquilo que escapa aos olhos do árbitro, ou que não é apontado no relatório, ou omitido, é como se não existissem. Os castigos só estão a ser aplicados a casos que o árbitro se refere.

As agressões que os árbitros não vêm não aparecem no relatório. Não deveriam ser sancionadas com aplicação do vídeo?
Mais grave ainda: e as agressões que os árbitros vêm e (sabe-se lá porquê) decidem omitir?



1 comentário:

  1. Temos o exemplo do dérbi SCP 1 - SLB 1. Veremos se o árbitro escreveu no relatório o que se passou ao intervalo.

    ResponderEliminar

NOTA: não serão aceites insultos, difamações e especulação propagandista. Comentários podem demorar um ou mais dias até serem validados e publicados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...